Buscar
  • Assessoria São Lourenço

Qualidade de vida: residencial de alto padrão para idosos que buscam longevidade saudável

Novos espaços projetados para atender às necessidades das pessoas com mais de 60 anos. Rotina de atividades, ampla programação de lazer, convivência com outros idosos e equipe multidisciplinar de saúde


O aumento da população idosa faz crescer também a busca de um propósito despertado em muitas pessoas: a sonhada longevidade plena. Esse conceito pode parecer distante, mas está associado à qualidade de vida: um termo subjetivo do que significa envelhecer com saúde e que vem ganhando visibilidade na mesma medida em que aumenta o número de pessoas com mais de 60 anos no Brasil. Atualmente, são cerca de 30 milhões de idosos – número que representa 13% da nossa população, segundo os dados recentes do IBGE. Até 2060, serão cerca de 20 milhões de brasileiros com mais de 80 anos, conforme projeção do instituto. Para efeito de comparação, em 1980 existiam 684.789 pessoas com mais de 80 anos no Brasil.  

Esse aumento indica também novas modalidades de Instituições de Longa Permanência Para Idosos (ILPIs) com o propósito de promover ainda mais qualidade de vida e bem-estar para esse público. Por aqui são 2,6 mil instituições que abrigam cerca de 90 mil idosos. Estes espaços surgem para atender uma nova procura impulsionada pelo desejo de envelhecer de forma mais saudável em um ambiente preparado para atender às necessidades dos idosos, como é o caso da São Lourenço Senior Living – um lugar de proteção e cuidado que oferece condições de bem-estar físico, emocional e social exclusivamente para pessoas com mais de 60 anos.   

O residencial de alto padrão para idosos, inaugurado há um ano e meio em Curitiba, apresenta um conceito inédito de moradia compartilhada inspirada em sênior livings dos Estados Unidos, Canadá e de alguns países da Europa, locais em que os idosos já representam parte significativa da população. Esses espaços têm por objetivo oferecer qualidade de vida para o envelhecimento saudável e, sobretudo, garantir a atenção integral do idoso ao defender a dignidade e inclusive os seus direitos. “A proposta do residencial é promover um envelhecimento com mais qualidade, desde o autocuidado, autonomia e sua rotina diária de atividades até as questões de saúde”, explica a enfermeira gerontologa Cleonice Monteiro, chefe de enfermagem da São Lourenço Senior Living. 

Viver bem do seu jeito! 

Um dos principais aspectos do residencial é promover uma moradia saudável para viver tranquilo com o máximo de autonomia, atividades que estimulam o bem-estar, mas também um ponto importante: a prevenção e redução dos riscos aos quais os idosos estão expostos. “É um espaço que protege os idosos, favorece sua rotina e permite que a pessoa seja ela mesma, conforme as suas necessidades”, explica Cleonice. O diferencial, como reforça a chefe de enfermagem, começa na sua concepção: o residencial foi projetado integralmente para atender às necessidades dos idosos. É uma casa com infraestrutura pensada exclusivamente para esse público: corredores amplos e com corrimãos, acessibilidade, transporte sem riscos, ausencia de degraus, piso aquecido, apartamentos com suítes, banheiros adaptados e sistema de botões de emergência: no quarto e no banheiro, além do sensor de movimentos. “É um espaço que favorece a independência do idoso, um dos pilares da longevidade. O residencial precisa oferecer a segurança para que, caso tenha alguma necessidade, ele tenha a autonomia para decidir solicitar ajuda, por exemplo. Por outro lado, se necessário ou durante uma intercorrência, tem todo o suporte da equipe multidisciplinar de saúde”, garante. 

Um dos propósitos em viver em um residencial é personalizar o atendimento e olhar para cada idoso de maneira individualizada. “O residencial tem uma rotina, horário das refeições e das atividades, no entanto, procuramos conhecer ao máximo cada novo residente – ao olhar individualmente cada um deles para que esse atendimento seja personalizado: desde hábitos alimentares, rotina de dormir e até acompanhar o convívio no dia a dia. Ele continua sendo considerado indivíduo e as intuições precisam respeitar seus hábitos e sua história para que se sintam sempre valorizados. O objetivo é promover autonomia e o papel do residencial é cuidar das pessoas de forma a manter a independência com cognitivo preservado”, reforça a enfermeira.

Envelhecer com saúde

A proposta da São Lourenço Senior Living é promover um envelhecimento com qualidade, de forma ativa e saudável. O residencial inédito da capital é centrado nas pessoas com mais de 60 anos e foi projetado para que os residentes aproveitem a estrutura com segurança e sem riscos. O idoso pode escolher passar o dia, ficar uma temporada ou morar no tempo que achar necessário e conta ainda com suporte de equipe multidisciplinar formada por médico, enfermeiros, nutricionista, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, educador físico e cuidadores especializados. Todos os residentes podem aproveitar a programação completa de serviços oferecida pelo residencial, como terapia ocupacional, fisioterapia, passeios, cultivo de horta, sessão de filmes, oficinas e artes, jogos recreativos entre outras atividades. A São Lourenço Senior Living fica em uma nobre região residencial, arborizada e segura, próxima ao Parque São Lourenço. 

7 visualizações

Entre em contato!

(41) 3527 0007
(41) 99707 3527
contato@saolourencocuritiba.com.br

Acesse:

facebook.png
instagram.png
linkedin.png
/saolourencoseniorliving
@saolourencoseniorliving
/saolourencoseniorliving

Termos de Uso | Política de Privacidade

2019 © São Lourenço Senior Living - Todos os direitos reservados.

Logo simplificada - header.png